skip to Main Content
Siga-nos na rede social Twitter Facebook
Mapeamento De Processos Hospitalares – Aprenda Identificar E Otimizar Os Seus Processos!

Mapeamento de processos hospitalares – Aprenda identificar e otimizar os seus processos!

O mapeamento de processos hospitalares é fundamental para garantir maior efetividade no negócio e ter total qualidade no atendimento aos pacientes! Saiba mais a seguir!

Sim, é importantíssimo realizar um mapeamento de processos hospitalares que seja realmente eficiente. O problema em fazer isso está em identificar os processos e otimizá-los corretamente, e é isso que aprenderemos hoje!

Está pronto? Vamos lá!

O que é mapeamento de processos hospitalares

O que é qualidade para você? A qualidade, para mim, está diretamente relacionada ao objetivo final de qualquer empresa. Para um hospital, não poderia ser diferente…

Pense bem: quando você vai a um hospital, o que espera dele? O que te faz determinar se há ou não qualidade?

Você provavelmente deverá listar fatores como:

  • Atendimento;
  • Conforto do ambiente e limpeza;
  • Horário de funcionamento;
  • Preço (no caso de ser particular);
  • Se há burocracia demais ou não;
  • Remédios disponíveis;
  • Demanda, talvez.

Agora, para um dono de hospital, a qualidade pode ser ligeiramente distinta desses elementos. Isso acontece porque a qualidade está relacionada ao objetivo final, que no caso de um hospital, seria atender e curar pacientes.

Agora… Como isso será feito?

Normalmente, citamos tempo de atendimento como um fator determinante para a qualidade. Pacientes que esperam horas para serem atendidos ficam irritados e possuem chances baixas de retornarem ao seu hospital, a menos que realmente não tenham outra opção.

E bem, ainda que pessoas fiquem doentes todos os dias, é importante fidelizar aqueles que já possuem uma certa preferência pelo seu hospital. Afinal, satisfação é garantia de retorno.

Para garantir a qualidade total dos serviços prestados, e não somente do atendimento, cada processo deve estar devidamente mapeado.

O mapeamento de processos agrega valor aos clientes e também te ajuda a compreender como os processos se interligam, fazendo com que departamentos, funções e trabalhos funcionem de forma cada vez mais integrada.

Acontece que, normalmente, há a crença de que certos processos não possuem qualquer ligação entre si, quando, na verdade, eles são determinantes para o sucesso uns dos outros. A miopia operacional contribui bastante para que essa crença limitante se espalhe pela empresa como uma doença, e isso é prejudicial para todas as partes envolvidas.

Entendendo a complexidade hospitalar

Pense no hospital como um sistema, onde cada processo gera um processo dependente, e assim por diante!

Por exemplo, para acontecer um tratamento, é preciso que haja infraestrutura, fornecedores etc.

Quando você começa a pensar dessa forma, cria um mapa mental do que leva ao quê e onde tudo termina. Criam-se diversos subprocessos com micro sistemas que, muitas vezes, acabam por se interconectar de alguma forma.

Então, para chegar a essa conclusão, você precisará perguntar:

  • Por quê?
  • Para quem?
  • Por quem?
  • Onde?
  • Como?
  • Quando?

Essas perguntas te ajudarão a começar a montar uma estrutura mais sólida do mapeamento de processos hospitalares, te permitindo acompanhar quem realiza tarefas X, quando as realiza e se existem processos que correm paralelos a isso (dificilmente não existirão).

Esqueça a “tecnomágica”

Não existe magia quando se trata de tecnologia. Não há porque esperar que um sistema de gestão vá resolver os seus problemas se os processos não estiverem devidamente mapeados. É preciso investir, primeiro, tempo e recursos no mapeamento de processos hospitalares, entendendo a diversidade dos clientes, dos fornecedores, dos processos e dos produtos. Caso contrário, os resultados esperados nunca chegarão e, ao final, restará aquela sensação de frustração.

Pense na interdependência de processos e em quem está designado para cumprir cada um deles. Dessa forma, você terá uma visão holística do que precisa acontecer, quando precisa acontecer, como precisa e por que precisa.

É claro que isso é só o começo, mas você já poderá ter uma boa base de como prosseguir ao colocar em prática as dicas que recebeu no post de hoje.

Gostou? Espero que isso te ajude a transformar a rotina do seu hospital e que a qualidade do que você entrega seja maximizada!

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Verdes Mares Contabilidade? Somos especialistas no seu negócio, e vamos ajudá-lo. Será um prazer conversar contigo!

Siga-nos no Facebook: @verdesmarescontabilidade

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top